Dezembro Vermelho: uma causa de todos!

06-12-18 Assessoria FAESF 0 comentário

DEZEMBRO VERMELHO NA FAESF
O Dia Mundial de Combate à AIDS é comemorado em 1º de dezembro e tem por função primordial alertar toda a sociedade sobre prevenção, tratamento e o combate ao preconceito. A data foi escolhida pela Organização Mundial de Saúde e é celebrada anualmente desde 1988 no Brasil, um ano após a Assembleia Mundial de Saúde fixar a data de comemoração. Na FAESF os acadêmicos do 5º período de Enfermagem fecharam o ciclo de palestras do Projeto Cores da Saúde com muito louvor, pois organizaram um evento muito dinâmico e criativo, que teve início com as palestrantes e docentes da instituição Bruna Thaynná e Ariane Carvalho que falaram dos avanços com relação ao manejo das pessoas que vivem com o HIV e o combate ao preconceito. A programação contou com uma gincana entre os períodos que teve como equipe vencedora o 6º período de enfermagem. Segundo UNAIDS, o principal objetivo da terapia antirretroviral é manter a boa saúde das pessoas vivendo com HIV e as mesmas são capazes de reduzir a quantidade de vírus no sangue para níveis que são indetectáveis por testes laboratoriais padrões Pode levar alguns meses até que se consiga reduzir os níveis de vírus a patamares indetectáveis e permitir que o sistema imunológico comece a se recuperar. A terapia antirretroviral é transformadora para as pessoas que vivem com o HIV. Permite que elas recuperem sua qualidade de vida, voltem ao trabalho, desfrutem de suas famílias e também de um futuro cheio de esperança. Há um consenso crescente entre cientistas de que pessoas com carga viral indetectável em seu sangue não transmitem o vírus sexualmente. Esse conhecimento pode ser empoderador para as pessoas que vivem com o vírus HIV. A consciência de que eles não estão mais transmitindo o HIV sexualmente pode proporcionar aos seus portadores um forte senso de que passam a ser agentes de prevenção em sua abordagem para os relacionamentos novos ou já existentes.
CURIOSIDADE: O laço vermelho utilizado na luta contra a AIDS foi criado em 1991 pela Visual AIDS de New York, que queria fazer uma homenagem aos amigos com a doença. A cor vermelha remete ao sangue e à paixão.
UNAIDS ( Joint United Nations Program on HIV/AIDS)/: Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids



Deixe um comentário